Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2017
Talvez somente a insanidade,
Talvez unicamente a perca de memória,
Mas não com o passar dos dias,
Mas não com você me dizendo que assim está melhor...Pode ser que eu me esqueça de você
Mas pode ser que eu esteja viciada neste tipo de dor
Que me traz lembranças de duas vidas já inexistentes Pode ser que você desapareça,
Mas pode ser que eu te encontre - e eu vou encontrar,
E então eu me entristeça...
Esta é a única forma de me manter viva. Mesmo com rasgos
Mesmo com estragos
Mesmo sem você
Talvez eu permaneça de péMas só talvez!
Não quero ter a certeza de que posso viver sem sua imagem
Não quero pensar de que posso te encontrar e nada mudar na minha vida por conta dissoAfinal, tu sabes que é meu único motivo de ficar ali...
Ou talvez não, mas pode ser que sim
Só não deixo você saber que ainda estou aqui.
Eu entendi que aquela vida não era para mim
Por mais que os planos fossem bons
O amor fosse real
E o brilho nos olhos fosse constante
Eu sabia que era o fim
Tive que aceitar que a estrada tinha uma bifurcação
E não iríamos para o mesmo lado
Tive que aceitar que nossa história tinha acabado
E por mais que toda nostalgia tomasse conta
E toda lembrança estivesse presente
Você não devia mais estar na minha mente
Não era mais aqui o seu lugar
É, eu tive que acabar.
Foi simples assim eu olhei pra ele e ele olhou pra mim Jurávamos que não tínhamos intenção Mas uma conversa sem fim Sorrisos, abraços, enfim Foi simples assim Eu bem que tentei negar Era mais forte que eu E chegou uma hora que não dava mais para apagar Me peguei mentindo pra mim mesma Fingia, enganava, tendo a certeza De que quem eu gostava Sabia dessa resposta com clareza Não foi simples assim Quando eu precisei acabar Sem saber que rumo toda história ia dar Ele era bonito, cheiroso, elegante Mas depois que eu disser adeus Ninguém sabe o que vem adiante.