Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2014
Não há solidão com você
Por isso sua ausência me mata
Mas ela tem me feito companhia por dias e dias
E tudo que sinto
Eu não consigo esconder
Controle eu não sei onde ficou
Loucura foi o que restou
Desse tipo de amor que os Deuses me mandaram.
"Não sou poeta ou escritor, PhD ou seu doutor Nem tão moderna ou démodé, é só canção para você Aceite os versos que eu lhe fiz para te fazer feliz A rima é pobre, mas quando o coração é nobre, toca na TV."
Suricato
É tarde e eu não te encontro
Você está longe demais pra voltar agora
As estrelas me lembram como costumávamos ser
E eu me pergunto se você ainda pode enxerga-las
Se por acaso, ainda lembra-se de mim
Ou se o horizonte se fez razão
E a distância mostrou a verdade de um amor irreal.

E eu que não acreditava, que não imaginava, aqui estou eu sem paz, sem ar, desnorteada
Perdida no teu olhar, confusa com teu falar, e tudo que eu não conseguia imaginar agora eu sou. Estou. De alguma forma, e apenas te ver não me conforta, tudo parece um furacão em mim.
É que não me conforma ter que viver assim. Eu sem você e você longe assim.
Eu não escrevo poesia
É ela que me escreve
Me descreve
E reflete o que sou
Da forma mais sincera
Sem ser discreta
Assim como a vida me formou.
A verdade é que o real não me convence. Não me atrai.
Apenas distrai e não faz ninguém contente.
Não que a ilusão seja prazerosa, mas ela me seduz
Principalmente se veio da minha mente
E me preenche por tanto tempo que se chega me convencer que é a melhor saída
Na chegada ou na despedida... Na minha mente sempre foi mais divertida.
Não há nada escrito aqui pra você
Por você
Tudo é sobre tentar esquecer
Reviver
Renascer.
Não é romance
Não é poesia
É um desabafo
Melodia.
Não há verdades
Há rimas
Há saudades.
Tudo com emoção
Nenhuma com razão.
Nada sobre mim.
Não há distância que mude
Dificuldade que desmotive
Ou tempo que desfaça
Tudo que eu sinto
Agora que te fiz eternos nas minhas palavras
Agora que te marquei dentro e fora de mim.
Era apenas mais uma noite qualquer
Onde eu olho pra sua foto e encho a taça de vinho e lembranças
Estou perdida em um caminho
No qual eu não posso te encontrar
Então eu encaro a lua
E reconheço toda imensidão do céu
O impossível não existe mais
E nada é tão longe se você está dentro de mim
A bebida acaba, e eu que não sonhava,
Sinto o sonho crescer
A vontade fluorecer
e você... Sempre presente
Menino feliz e contente
Que me faz adormecer pensando no dia que poderei te ver
Menino alegre e sorridente
Tolice é não aceitar que seu olhar me embriaga mais
que qualquer licor que eu possa tomar.
Das noites embriagadas,
Dos joelhos dobrados na igreja,
Dos amores impossíveis
Das viagens incríveis
Dos sorrisos largos ou forçados
Dos abraços apertados ou achatados
Só me levam a ter certeza
que nessa vida eu só quero ser feliz.
"Apenas as palavras sangram Dentro destas páginas, apenas me abrace E eu nunca te deixarei ir."



Ed Sheeran
"A coisa mais importante que se pode aprender é amar e amado ser."

Moulin Rouge
Sofrer não é mais uma opção
É uma consequência por não te ter
Por não poder te ver
Anoitecer e amanhecer sem você
É uma loucura, é enlouquecer.
Amor, não é uma escolha
É uma obsessão
Amor, não pode ser amor
O que sinto não tem nome
Apenas o teu endereço.
Já não é inalcançável
É indesejável!
Pois se foi e já não faz falta
Por que seu abraço já não é mais o único
e sua paz deixou de existir
Na noite em que precisou desistir de tudo que
era tomado como princípios
E tornou-se alguém irreconhecível
Desprezível
Totalmente imprevisível.
Não me diga que não virá Não me diga que terei que parar de sonhar Cansei desse negócio de esperar O que quero é pra já Por que a saudade já não consegue mais suportar E sua ausência me destrói aos poucos.
Dizem?  Esquecem.  Não dizem?  Disseram. 
Fazem?  Fatal.  Não fazem?  Igual. 
Por quê  Esperar?  - Tudo é  Sonhar. 
Fernando Pessoa, in "Cancioneiro"
Perdão. Eu só preciso pedir perdão.
Eu tive que te odiar pra poder me libertar
Só assim eu poderia ter paz
Só assim eu poderia ser capaz de largar o meu passado
E seguir pro futuro distante
Seguir pro futuro sem você
Por que assustava me imaginar assim
Sabendo que um dia você foi grande parte de mim.
Mas dessa vez eu realmente te deixei partir
Pois só assim eu pude respirar
Mas dessa vez eu também tive que ir
Pra viver de novo, voltar a amar.
Amor, não é amor,  É uma ilusão que me traz tanta dor.  Amor, não é amor,
É obsessão dentro do coração.
(KLB)
Como se já não fosse mais possível viver assim
Eu continuo lutando pra controlar isso em mim
Isso que não sei do que chamo
Só sei que é tão meu que é seu
inteiramente, intensamente e insanamente seu.
Onde está minha felicidade agora que não dentro de mim?
Lembro-me bem daquele dia
Não era a primeira vez que tinha avistado nossos olhos se cruzado por aí Depois de todo esse tempo É o que de mais comum tenho vivido E do que mais necessito pra viver. De alguma forma absurda Lembro-me bem daquele dia em que te vi sair pela estrada Não era a primeira vez que isso acontecia Mas depois de saber que era o fim O dia virou noite A alegria virou tristeza O tempo passou, e nada foi o que ficou
A distância era perto demais
pra te suportar assim.
Eu cheguei e ele estava ali Fingindo que mal o observei Dizendo não ter importância. Quando ele quis sair dali Foi então que eu me toquei Meu orgulho não é sinal de liderança Ele olhou pra trás E logo, meu bem Percebi que não tinha mais como fugir O que era meu estava ali E eu com essa ignorância. Deveria ter uma formula para ficar Algo que o prendesse ali Mas tudo tem um final ele precisou ir. Quando me toquei Perdi quem eu amei por alguns segundos e fortes desejos, que poderia ser  aquilo que eu mais queria.
Um sorriso que transformou
Um olhar que brilhou
Ideias que modificou tudo o que eu era
Mas então veio os dias, semanas, meses
E quando o ano se foi, já não havia
Aquilo que me hipnotizou
O brilho que me ofuscou
E a ideia desmoronou
Assim como meu amor.
Você precisou ir
E eu fiquei
Esperando de novo, pelo novo
que jamais encontrarei.
Não sei se posso chamar de inesperado
Pois esperei por tanto tempo você
Que agora que chegou, já te sinto tão meu
e o mais estranho é não te ter por perto.
Chegou dezembro
Se foi você
Veio o que eu queria
Tudo, menos você
Paciência não será necessário
Amor já não é o suficiente
Eu já quis tudo
Inclusive você
Agora, só quero a mim mesma
 a quem eu possa amar.
Sentir que sou minha outra vez
Fazer tudo que é permitido á mim
Tudo que der vontade
Menos você
Exceto você.
Nunca mais nós dois.