Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2014
Se você pudesse entender quado eu digo que dói te ver crescer
Se afastar, te perder.
Quando a noite cai e tudo que se pode recordar são coisas que jamais voltarão
Eu já nem sei se vale a pena tentar
Se vale a pena insistir
Estou gritando por dentro
Fervendo a níveis incalculáveis
Pronto pra explodir
Pronto pra voltar a amar.
Quem dera eu pudesse voltar em tudo
Refazer os pontos baixos
Mas se eu voltasse
Talvez fizesse da mesma forma
Por que no final
Foram nossos caminhos tortos que nos cruzaram.
Eu só estou dizendo que estou fervendo
Mas por dentro estou fria
Há uma solidão em mim
Estou tentando dizer que meus gritos me sufocam
Mas eu sou o silêncio
Eu sou o que tento ser
O que há em mim
O que não consigo descrever
Por que não há uma só de mim
Há pessoas que têm sentimentos
São pessoas... E são eu
A paz, a fúria
E ambas precisam de você.
"Tudo tem um começo e o fim
Eu vejo a dor em seu olhar
E mesmo sem querer eu te deixo partir
Pra que possa tentar ser feliz outra vez.
Recomeçar."

Banda Malta
Por que você tinha que partir antes que eu pudesse dizer que te amo?
Chegou um tempo que não pude mais suportar...
Te ver indo sem saber quando voltaria.
Banhado de mistérios,
Fez com que tudo tivesse fim
Tirando assim
A melhor parte de mim.
Sabendo que hoje não há mais nenhum valor
Me encho de nostalgia
Tentando curar a dor que você deixou
Ao voar pra longe
Esquecendo de todo amor.

Life in my house

Dessa vez tudo que eu não quero é você
Feridas que não cicatrizaram
Ainda doem ao relembrar o que vivemos
Dessa vez tudo o que eu quero é que você vá pra sempre
Não há mais nada que você possa fazer por esse amor
Que você mesmo enterrou

Eu acreditei
Eu simplesmente acreditei
E você me jogou barranco á baixo

Me leve embora
Me leve embora
Se eu posso ainda pedir algo
Apenas me leve embora

Eu tentei,
Não há quem possa negar
Eu tentei,
Mas você tomou tudo de bom que eu tinha

Eu acreditei
Eu simplesmente acreditei
E você me jogou barranco á baixo

Me leve embora
Me leve embora
Se eu posso ainda pedir algo
Apenas me leve embora

Arraste-me para longe dessas memórias
Arranque essa dor que ficou
A culpa é sua
Jogada tantas vezes no chão
Hoje eu só quero me erguer
e sair andando

Pela primeira vez, tudo que eu não quero é você
Me afastar de toda dor lentamente
Matando toda lembrança vagamente
É possível

Eu acreditei
Eu simplesmente acreditei
Mas eu não posso deixar isso se repetir

Então se eu ain…

Jacira

Era pra ser apenas mais um dia comum
Eu acordei, e já era tarde. Comum
Tomei banho, penteei meus longos cabelos
Que já não são tão longos assim
E passei uma maquiagem com as cores
referente ao meu país. Quase comum.
Pra não chegar atrasada, peguei a bandeira
ao lado da cama, como costumava ficar
e fui correndo para o ponto de encontro
Para que não pudesse perder o canto do hino!
Cheguei, adentrei á casa, e sentei no chão.
Memóravel visão, da qual não me felicita relembrar.
Os jogadores entraram em campo
E antes da partida, cantaram orgulhosamente o hino até o final.
Meus olhos brilhavam.
A última vez que meu sorriso apareceu naquele 8 de Julho de 2014.
"E COMEÇA O JOGO..." narrou Galvão Bueno
Em poucos minutos, o primeiro gol
Parece besteira, mas aquela sensação de "Agora pode dar merda"
me veio á cabeça.
E enquanto a torcida falava da péssima marcação, incrivelmente comum
dois, três, quarto... Meu Senhor... JÁ É O QUINTO GOL
Meus olhos já não aguentavam mais
Era h…
"Eu vivo da arte pra não morrer de verdade."