Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2013

theft

Se eu tivesse mais um momento
Eu roubaria você
Pra sempre te ter perto de mim
Se você desejasse fugir
Eu deixaria
Se voltasse, é que eu tinha te conquistado
Agora volto e penso
Como te deixei escapar
Se tudo que tínhamos era verdadeiro?
Eu fui tola
Tola por você
E não enxerguei as malas feitas.
Eu quero tudo de volta
Pra agora, hoje e sempre
Eu quero que você volte
Aqui, agora. hoje e sempre, eu preciso de você
Então eu não deixaria você fugir.
Há estrelas brilhando, elas me lembram você
E eu sou o espaço negro entre elas
A noite está fria, e a saudade aperta
Parece que o universo está contra mim agora
Por que em todos os lugares eu só vejo você
Eu fui tola, eu sei
Mas tola por você
Te amando cegamente, e não vi a realidade presente
Eu não consigo tirar as coisas da cabeça nem se quer um momento
Parece que estou ficando louca
Por isso eu peço,
Carinho meu, volta.
Eu era uma menina que amava, que não tinha sonhos, mas tinha todos motivos pra viver.
Era feliz, sorria e cantava, mesmo sem ter dinheiro, mesmo sem ter uma história feliz. Eu só tinha motivos. E o que me restou hoje?  Nada. De que adiantou tanta luta, correr todos os dias
Se no final restou apenas solidão e o desejo de paz?
Relembro dos meus momentos de ternura
E junto, vem alguém na minha mente
Eu já fui humana!
Hoje as coisas não tem mais sentido
É uma fachada enquanto a caixa grande de madeira não chega
Fecho meus olhos, suspiro
E volto a interpretar, com apenas lembranças.
Sem forças, sem fé.
Talvez essa seja eu. Talvez eu seja assim pra sempre.
Talvez a única mudança seja o conhecimento, porque a essência até hoje não mudou.
E quem disse que precisa mudar? Porque mudar?
Não ofendi, não maltratei..
Ou será?
Não sei.
Se pretendo saber? Também não.
Então que eu seja feliz.
Melhor que viver em vão.
As criticas não fazem assim tão mal.
E entre a opinião e felicidade,
eu desejo apenas FUGIR.
Dessa vez, eu quero fazer diferente.
Diferente de como eu costumava fazer
Destruindo tudo a minha volta.
Dessa vez, eu quero esquecer o passado.
Construir minha história com você
Diferente como costumava ser.
Perdão pelas lagrimas, pelos dias sem sorrisos.
Deixe-me te levar, te levar para longe.
Eu ainda não sei aonde, mas me deixe te levar pra longe.
Dessa vez, eu quero você entenda.
Eu não fui uma boa menina
Não agi com dignidade
E todos falavam isso
Toma cuidado, antes que você perda tudo e saia por ai despedaçada.
Mas dessa vez será diferente
Deixe-me te levar, te levar para longe.
Eu ainda não sei aonde, mas me deixe te levar pra longe.
Eu fui marcada, machucada com minhas próprias mãos.
E os avisos anteriores
Por isso eu to correndo o máximo que posso pra poder te alcançar
Dessa vez, podemos ser felizes.
De uma forma que nunca fomos
Como sempre desejamos ser
Entrega total, agora é pra valer.
Mas deixe-me te levar, te levar para longe.
Eu ainda não sei aonde, mas me deixe te lev…
Eu não conheço onde estou
Peço ajuda pra sobreviver
Eu só preciso respirar.
Rápido, por favor, escute-me
Eu só preciso ver uma estrela no céu para voltar a acreditar
Em tudo que o universo tirou de mim
Em uma simples conspiração que eu mesma causei.
Desculpa, eu mereço
Mas eu não quero.
Não vou continuar assim.
Só que agora eu te peço
Peço que me ajude
Eu não conheço onde estou.
O que eu posso fazer para melhorar
É um mistério, e você tem a chave de todos os segredos
E estão guardadas dentro de ti.
Eu só preciso respirar, acreditar, e te ter por perto
É o que eu peço.
Por favor, escute-me.
Alô, Alô
Deixe me ir pra longe de ti
Sozinha, sozinha, sozinha estou mesmo em multidões.
Agora eu quero correr
Voar até cair minhas asas
Correr na velocidade da luz
Perder-te de vista e com isso apagar meu passado
Quieto, escute
Eu não consigo te esquecer.
Preste atenção nessas letras
É o que eu tenho a dizer
De tudo que passamos
Em tanto anos
E que agora eu corro contra pra poder esquecer.
Voando até cair minhas asas
Gritando para calar-te
Com medo de não ouvir um eu te amo
Após entregar todo amor que tinha em mim á você
Sozinha, sozinha, sozinha estou desde quando você partiu.
Sozinha desde quando a vida não quis mais ser minha amiga
E com isso, fui contra a mim mesma, cometendo erros
Até despedaçar-te por completo.
Quieto, escute
Eu te peço desculpas
Eu não agi certo, eu só te peço perdão.
Sozinha na multidão, eu só te peço, não se esqueça de mim.
Pelo bem as nossas memórias das quais eu voo, corro e grito pra esquecer.
Para assim, lembrar-me mais de ti, eu peço. Se puder.

Unff

Imagem
Há almas que clamam pelo mesmo perdão e pedem pela mesma misericórdia que outros.
As mesmas palavras, apesar do roteiro ser diferente. Obrigada. Aos seres loucos desse mundo, onde eu me encontro e me perco a cada vez que leio e relembro de um dos poucos motivos pelo qual estar viva é boa coisa.




"Enterre todos os seus segredos na minha pele Desapareça com inocência Meu sorriso foi tomado há muito tempo atrás Se eu posso mudar, Eu espero que eu nunca saiba Eu não pude encarar a vida sem a sua luz Mas tudo isso foi tirado quando você recusou a lutar E só desejo que você não fosse minha amiga assim eu poderia te machucar no final Meu interior foi banido tempos atrás Isso custou a Morte da Esperança para deixar você ir
Você nunca precisou de nenhuma ajuda Você me vendeu por inteiro para se salvar E eu não escutarei a sua vergonha Você fugiu como os outros Anjos mentem para manter o controle Meu amor foi punido tempos atrás. Se você ainda se importa, nunca me deixe saber."
(Partes …

Liberdad

Vontade de fugir, assim, pra longe, por um tempo.
Morar, viajar, conhecer novas pessoas, esquecer outras
Melhorar a vida!
Mudar!
É o que preciso. Precisamos!
Todo dia é dia, nunca tem festa
Nunca tem farra!
Os mesmo lugares, os mesmo afazeres
Rotina sempre, pra sempre...
Não quero. Não posso.
Responsabilidades, problemas
Até os nomes são cansativos.
Alguém, por favor, quase suplicando, eu peço
Me leve, carregue-me, fuja comigo
Seja meu parceiro, meu amigo
Sem limites, sem mentiras
Vamos dormir ao amanhecer, vamos pintar a cara e brincar de se esconder
Ver o por do sol, em cima de uma montanha, ou da laje
Contanto histórias, e criando outras.
Férias. Eu necessito de férias!
Férias de mim. Férias do monotonismo.
Da nostalgia, de tudo que tem um padrão.
Deixe-me criar minha própria vida. Minhas ideias.
Viver no meu mundo.
Ser quem eu posso ser. Ser feliz.
Confundem minha arte com a realidade, confundem minhas lembranças com amor, confundem minha cabeça ao falarem coisas que escrevi apenas por inspiração. Não façam isso. Não sejam ignorantes. Arrogantes. Eu quero apenas viver. Viver escrevendo. Viver aprendendo. Viver esquecendo.



"O poeta é um fingidor. Finge tão completamente Que chega a fingir que é dor A dor que deveras sente. E os que leem o que escreve, Na dor lida sentem bem, Não as duas que ele teve, Mas só a que eles não têm." Fernando Pessoa.